Governo brasileiro "vende" 3 milhões de hectares da Amazônia por US$ 60 milhões

Diretor do Banco Mundial, Martin Raiser, e o Ministro do ½ Ambiente, Sarney Filho, assinam acordo que prevê repasse de UU$ 60 milhões em troca da criação de 3 milhões de hectares de novas Unidades de Conservação na Amazônia interligando três paises. Foto: Gilberto Soares/MMA

R$ 60 por um hectare da Amazônia. Foi o preço acertado pelo Ministro do ½ Ambiente, Sarney Filho, com o Banco Mundial e duas ONGs por 3 milhões de hectares na Amazônia. O acerto foi feito e assinado no dia 19 de dezembro. O Banco Mundial, a ONG brasileira FunBio e a ONG internacional Conservation Internacional (CI) "investirão" no Brasil US$ 60 milhões do Global Environment Facility (GEF) em troca da criação de 3 milhões de hectares de novas Unidades de Conservação na Amazônia nos próximos cinco anos.

O projeto é mesmo conhecido como Triplo A, uma grande armação internacional para criar um corredor de áreas protegidas e soberania relativa na calha norte do Rio Amazonas lingando o Pacífico ao Atlântico. O corredor Triplo A sofreu grande oposição das forças armadas brasileiras e foi rebatizado de "Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia".
Corredor Triplo A prevê a interligação de áreas protegidas e terras indígenas de desfazendo as fronteiras internacionais

Sarney Filho, o Banco Mundial e as ONGs querem suar os dólares do GEF para melhorar a governança das unidades de conservação na Amazônia brasileira. Segundo o ministério do ½ Ambiente, que coordenará e definirá as ações do projeto, a parceira apoiará o Programa de Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) e que já transformou mais de 60 milhões de hectares em unidades de conservação na região.


Para quem não sabe, o ARPA é um program antigo os ambientalistas implementado por uma parceria entre o governo brasileiro, o Global Environment Facility (GEF), o Banco Mundial, o KfW (banco de cooperação do governo da Alemanha), a GTZ (agência de cooperação da Alemanha), a ONG internacional WWF, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), e algumas outras ONGs. Desde a criação do programa em 2002 essa turma já despejou US$ 400 milhões na criação, consolidação e manutenção de áreas protegidas na Amazônia.

“Considero o ato de hoje de grande importância. Esses recursos vão ao encontro dessa ideia”, disse o ministro do ½ Ambiente, Sarney Filho, durante a solenidade de assinatura do novo acordo.

O projeto prevê ainda a cooperação internacional entre Brasil, Colômbia e Peru na área de criação de área protegidas. A cooperação entre os ambientalistas dos três países é fundamental para a criação do corredor Triplo A.

“Tenho o prazer de ver como esse projeto foi desenvolvido, no sentido de iniciar a segunda geração de projetos de área protegidas”, disse Martin Raiser, diretor do Banco Mundial para o Brasil. "É o primeiro projeto na região amazônica que tem ligações muito próximas com a Colômbia, o Peru, países que querem se beneficiar das experiências do Brasil e aprender para repetir”, acrescentou Raiser.

A parte operacional do projeto ficará sob responsabilidade do Banco Mundial, Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) e Conservation Internacional (CI).

Com informações e imagens do MMA e Agência Brasil.

“Informação publicada é informação pública. Porém, alguém trabalhou e se esforçou para que essa informação chegasse até você. Seja ético. Copiou? Informe e dê link para a fonte.”

Comentários

COM A DESCULPA DE PROTEGER, ELES VÃO É EXPLORAR AS RIQUEZAS MINERAIS . SEM TER QUE PAGAR NADA .
Luiz Freixedas disse…
Pilantras e apátridas
negocietes dos capos do NWO pra aparentar de grandes ambientalistas, MAIS DE LO MISMO.
Cultura Ambiental, Ordenação Territorial, Envolvimento Regional, tendo por base
Bacias Hidrográficas.
grupo construir disse…
não me filio a opções partidárias quando o assunto é meio ambiente embora seja filiada a Rede mas a Conservation Internacional me parece confiável. seria mais uma destas noticias estilo: partido de oposição?
não tenho nenhum apreço ao atual governo mas esta noticia me pareceu boa, ao contrario daqui manipulada.
Urias Barros disse…
O POVÃO BRASILEIRO PRECISA ACORDAR, ISSO NÃO É VENDA, É UMA DOAÇÃO, como luladrão doou a nossa REFINARIA NA BOLÍVIA PARA AQUELE IMORALES, pelo andar da carruagem quando acordarmos já estaremos sem pátria, é o fim do nosso país. FFAA INTERVENHAM ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.
No Brasil tudo é suspeito...
Lucas Pingret disse…
NINGUÉM VAI EXPLORAR COISA ALGUMA, O TRATADO É CLARO, "PRESERVAÇÃO" E O PRÓXIMO GOVERNO QUE NÃO SERÁ COMUNISTA, VAI REVER ESSE TRATADO E SE FOR OBSERVADO QUALQUER DESVIO, SEUS CRIMINOSOS SERÃO ENJAULADOS E OS CRIMINOSOS ESTRANGEIROS SERÃO PROCESSADOS....A AMAZÔNIA BRASILEIRA QUE É A MAIOR PARTE, SERÁ SEMPRE BRASILEIRA .....O SONHO COMUNISTA VAI PRO RALO, COM A MEDICAÇÃO DO MORO
Ajuricaba disse…
Esta postagem recebeu um comentário de um imbecil que se diz de extrema direita, mas defende a criação de Unidades de Conservação na Amazônia. O idiota acusa este blogger de ser esquerdopata e desafia o blogger a não excluir o comentário para "não confessar a esquerdopatia". Pois bem, excluí o comentário. Idiotia comigo não se cria.
AILTON disse…
Tá parecendo aquelas "preliminares" amorosas... beijinho na nuca...abraços...carícias...depois vem o ato.!!!
Fica parecendo que gov. Temer está negociando a entrega das terras amazônicas para os globalistas, fantasiados de ambilentalistas... no inicio é pra preservação...ninguém toca em nada...depois vem a posse pela "ocupação de fato" !!! Isso é o que esta´parecendo !!!.
Ilda disse…
Com toda a certeza a área do país diminuiu os 3 milhões de hectares de subsolo mais rico em minerais. Qto foi para fazer a caca?
miguel namiuti disse…
que nossos políticos são lesa pátria e corruptos todo mundo sabe;só não sabia que o banco mundial ligado a grandes bilionários como Jorge Soros e Rockefeller donos de grandes mineradoras,iriam enganar tão facilmente o governo brasileiro..
Roberto Joaquim disse…
Isso não pode ser assinado assim....Os donos precisam opinar, Precisamos nos mobilizar, não queremos vender nada não
Jair Carvalho disse…
Mais um que deveria ir pra cadeira elétrica.
Jezziel Collin disse…
A solução prá acabar com esse circo de "horrores" definitivamente em nossa pátria, é elegendo Bolsonaro, do contrário preparen-se para a falência absoluta...!!!!!
Go_Dark disse…
Golpe sendo consumado. Nada de novo.
No Brasil o sistema feudal das capitanias hereditarias persiste ate os dias atuais.Familias apoderam-se de Estados,Municipios,Cargos Publicos,Ministerios etc que se trasferem de Pais para filhos e o Povo "calado,conssente tudo!!!O que se verifica e que num futuro bem proximo teremos que tirar "Passaportes Especificos"viajarmos na Amazonia Legal.Quem viver vera!!O entreguismo eh impressionante dos maus patriotas deste Pais!!!!
E uma grande jogada porque reparando bem o mapa aréa e muito rica em minerais ,isso tem propina muito envolvida no meio ,este caso tem ser mostrado toda sociedade Brasileira.
Junior disse…
Sarney Filho ? Tá todo mundo roubado !
Marcelo Andryws disse…
Bolsonaro neles! E nosso exército cuidando das nossas terras!
Mauro Cruz disse…
Que bom. Boa notícia. O Brasil sempre foi ocupado e governado por políticas e recursos estrangeiros mesmo. Estes, pelos menos, são mais conservacionistas que as mineradoras, pecuaristas e madeireiros, que até hoje trouxe poucos benefícios às populações nativas.
Unknown disse…
- A Mudança dos Polos já está em andamento.
Sara Cristofaro disse…
Essas ONGs são serias. Talvez a unica maneira de preservar seja comprar a area. Fizeram isso no Paraná com sucesso.
Demis Lima disse…
É isso ou vira tudoooooooooooo soja!!!!!!!!!

Sérgio Weydt disse…
Só não entendo porque o Brasil precisa fazer tal acordo, permitindo a intromissão internacional na administração de terras já destacadas como preciosas, por valor tão insignificante(diante de tantos zeros desviados), quando temos outras prioridades, como no semi-árido nordestino.
Por mais que se queira defender, tem caroço nesse angú!
Manoel Marques disse…
Filho do Sarney, faz parte da corja de bandidos desse país chamado Brasil, que precisa ser exterminado.
Bolsonaro presidente.
se há o nome Sarney envolvido, é maracutaia....