Governo retira urgência constitucional de redução da Floresta Nacional do Jamanxim


O presidente da Câmara dos Deputados em exercício, Fábio Ramalho, leu na noite de ontem um pedido do governo para retirar a urgência constitucional do Projeto de Lei 8107/17, do Poder Executivo, que trata da Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim e cria da Área de Proteção Ambiental (APA) do Jamanxim, ambas localizadas em Novo Progresso, no sudoeste do Pará.



A solicitação é assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Na prática, a retirada da urgência significa enterrar o projeto de lei e uma quebra do acordo feito com o pessoal.

A urgência constitucional do Projeto de lei 8107 estava trancando a pauta da Câmara dos Deputados. Um vez retirada a urgente, a Câmara está liberada para apreciar outras matérias.

Talvez seja a hora da turma voltar com as interdições na BR-163.

“Informação publicada é informação pública. Porém, alguém trabalhou e se esforçou para que essa informação chegasse até você. Seja ético. Copiou? Informe e dê link para a fonte.”

Comentários