Embargo via satélite e multas pelo correio: Saiba o que o Ibama e Sarney Filho andam planejando para o seu futuro

"I see you!" Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Depois das críticas da Noruega sobre o desmatamento na Amazônia, o Ministério do ½ Ambiente e o Ibama preparam um pacote de ações de Comando e Controle. O carro-chefe é o cruzamento de imagens de satélite com dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para multar produtores rurais a partir dos escritórios do Ibama e enviar as multas pelo correio. O embargo de áreas também é automático, e o proprietário ficará impedido de conseguir crédito rural em banco.

Mostramos aqui no blog que o Diretor de Fiscalização do Ibama, Luciano Evaristo, que é reminiscência da gestão do PT, já planejava fazer isso em 2015:

As ações começaram a ser testadas em março do ano passado em Mato Grosso. No final do ano, chegou ao Pará e, neste ano, a Rondônia. Em breve deve ser ampliada para o sul do Amazônia e, aos poucos, o plano é que alcance toda a Amazônia Legal.

Imagens de satélite já são usadas há anos pela fiscalização. A novidade, agora, é poder cruzar as informações do satélite com dados do CAR, o que permite descobrir exatamente quem é o responsável – e a multa chegará na sua caixa de correio.


Até agora já foram feitos 601 autos de infração via satélite desde o início da operação, que resultaram no embargo de 200 mil hectares e em R$ 853 milhões em multas.

"Mesmo a operação tendo começado apenas em março, como a maior parte do desmatamento costuma ocorrer em abril, maio e junho, acreditamos que a notícia de que a operação estava ocorrendo possa ter contribuído para essa redução", disse ao Estadão Renê Luiz de Oliveira, coordenador geral de Fiscalização Ambiental do Ibama.

Segundo Jair Schmitt, diretor do Departamento de Florestas e Combate ao Desmatamento do Ministério do Meio Ambiente, outra vantagem é o custo. “Um auto de infração na Controle Remoto é estimado em torno de R$ 600. Já o custo de campo fica em torno de R$ 2.800”, afirma. A operação em campo, continua sendo importante, diz, porque é capaz de atuar no desmatamento ativo, evitar seu avanço, prender maquinário.

Em tempo, esse blogger acha que quem for pego desmatando, seja pessoalmente ou via satélite, tem mais é que ser multado e embargado mesmo. Agora, este blogger também acha que os ecotalibãs do Ibama, do MPF e das ONGs logo começarão a usar essa ferramenta para perseguições outras que não o desmatamento.

O lado meio cheio do copo é que os "ecotalibã-mas" ainda não têm como queimar máquinas e equipamentos via satélite.

“Informação publicada é informação pública. Porém, alguém trabalhou e se esforçou para que essa informação chegasse até você. Seja ético. Copiou? Informe e dê link para a fonte.”

Comentários

O agricultor honesto paga pelos grandes investidores ilegais, aqueles que só querem é ganhar e não plantar ou produzir.
Nós estamos quase desistindo. Tem coisa melhor para fazer.
Unknown disse…
Também concordo que quem desmata ilegalmente tem mais e que ser multado e embargado. Agora multar nunca foi o problema do pessoal do Ibama, o que sempre foi o problema e que multam sem ter informação, sem consultar o Sema que e quem emite as licenças e sem prazo habil de defesa. Multam e vao embora depois ninguém mais acha ninguém pra resolver os problemas. E isso sim vai ser usado com certeza como motivo de perseguição ate pra quem trabalha certinho, em muitos momentos futuros.
Unknown disse…
Quero ver se vão fiscalizar e multar os assentamentos do mst etc, pois ate hoje nunca vi, queimadas desmatamentos, já denuncie uma vez e vcs acham q foram pelo foram lá fiscalizar? Até ontem nada, só vão em cima de quem podem pagar essas multas, além de injustiça é concorrência desleal....
Hb disse…
Boa noite a uma grande interesse internacional p q os produtores brasileiros para de produzir desse jeito vamos ter q prantar Horta orgânica
FAZENDA TRIUNFO disse…
Usar a tecnologia a serviço do meio ambiente é sempre bem vindo, de toda forma efetuar a fiscalização In loco ainda é fundamental, de outra forma Será apenas uma máquina de multas
Unknown disse…
Será que as fazendas do lulinha vão passar nesse pente fino tb?
Ajuricaba disse…
Quais são as fazendas do lulinha?