sexta-feira, 17 de março de 2017

CNA pede apuração e punição dos envolvidos na Operação Carne Fraca

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou nota defendendo a apuração rigorosa e punição exemplar dos envolvidos no Operação Carne Fraca deflagrada hoje pela Polícia Federal. A operação apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

De acordo com a nota assinada pelo presidente da entidade, João Martins da Silva Junior, não é justo que os produtores rurais brasileiros tenham sua imagem maculada pela ação inescrupulosa de agentes públicos e do elo industrial da cadeia da cadeia da carne.

Também por meio de nota, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou que coordenará pessoalmente as ações do ministério na crise criada pela operação. "Já determinei o afastamento imediato de todos os envolvidos e a instauração de procedimentos administrativos. Todo apoio será dado à PF nas apurações. Minha determinação é tolerância zero com atos irregulares", diz a nota do Mapa.

Em tempo, para quem não sabe, o produtor rural vende boi vivo aos frigoríficos que são responsáveis pelo abate, processamento e distribuição da carne no varejo. O pecuarista é refém da falta de escrúpulo dos agentes públicos e do elo industrial da cadeia. Muito bem fez a CNA em divulgar a nota e melhor faria se acompanhasse de perto as investigações e a punição dos envolvidos na pilantragem.

Veja a nota da CNA:

Foto: CNA Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflexões sobre meio ambiente, pecuária e o mundo rural brasileiro. Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...