quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Frigoríficos seguem pagando menos pelo boi e cobrando mais pela carne

De acordo com o Canal Rural, que pertence aos mesmos donos do JBS, os preços da carcaça casada bovina negociada no atacado da Grande São Paulo vêm superando os valores pagos pelos frigoríficos pela arroba do boi desde 8 de setembro deste ano. Na última quarta-feira, dia 19, enquanto a arroba da carcaça casada era vendida por R$ 151,35, os pecuaristas recebiam R$ 151,20 pela arroba do boi gordo.

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário é resultado da alta no preço da carne no atacado e da baixa oferta de boi gordo para abate. Este bloggueiro, que estudou um pouco de economia, entende que a baixa oferta de boi gordo para abate deveria resultar em elevação nos preços pagos pagos pelos frigoríficos pela arroba.

Por que não o preço da carne sobe e o preço da arroba não sobe?

Esse blogger acha que o controle excessivo que os frigoríficos, os beagle boys, têm do mercado brasileiro de carne dá a eles o poder de pagar menos pela arroba, mesmo quando não tem boi gordo disponível, e de cobrar mais pela carne, mesmo quando a demanda está enxuta. O nome disso é oligopsônio, ou cartel, se preferirem.

Omar Freire/ Imprensa MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflexões sobre meio ambiente, pecuária e o mundo rural brasileiro. Deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...