O Brasil deve ter medo é do Ogro

Ogro: Brasil não precisa temer o Agro,
mas deve temer o Ogro.
O mesmo jornal O Globo que publicou no editoral do post anterior: O Brasil precisa ter medo do Agro?, publicou um texto opinativo escrito por João Pedro Stédile, um dos esquerdopatas que fundou o MST que vive da polarização extemporânea entre latifundiários opressores e campesinos oprimidos.

No texto Stédile defende que exatamente o contrário do que defende o O Globo em seu editorial. Segundo Stédile, não há razão para que o Brasil enalteça seu setor rural. De acordo com ele a produção rural nacional tem custos sociais e ambientais elevados causados "pela voracidade de lucros de uma minoria de proprietários rurais".

O agronegócio é exitoso na estratégia de aparecer como uma atividade moderna. O ex-presidente da Embrapa Eliseu Alves mostrou em estudo que o agronegócio representa apenas 8,2% dos proprietários rurais. São 22,1 mil, de um total de 5,2 milhões.

O texto é eivado da ladainha esquerdopata pautada na dicotomia entre opressores e oprimidos, entre latifundiários e camponeses. Segundo ele a concentração fundiária é arma do latifúndio contra os pequenos, o novo Código Florestal é maquinação do latifúndio contra o meio ambiente e a reforma agrária é um ajuste de contas histórico. Todas as afirmações são absolutamente equivocadas e fruto de uma mente perturbada por uma ideologia morta.

A concentração e a desconcentração fundiária, assim como a compatibilização da produção rural com preservação ambiental são temas sérios demais para serem pautados por esse tipo de discurso ideológico carcomido. O Brasil não precisa termo o Agro, mas deve temer os ogros.

Veja aqui o texto do Stédile. Ou não...

Comentários

Tenho passado por aqui, admiro o teu trabalho.
Paulo
Luiz Prado disse…
Pensei que esse Stédile já estava em cana por liderar invasões e destruição - além de falar em nome de um movimento que não tem personalidade jurídica. Na minha linguagem, o nome disso é bandido, mesmo, grupos ocasionais de salteadores de beira de estrada que odeiam a reforma agrária ou só querem a terra para vendê-la e ir adiante.
e1000 disse…
E' vergonhoso o jornal O Globo, ceder seu espaço para um bandido, terrorista, invasor de terras, que nao respeita a propriedade privada.
Pluralismo de opinião tem limites quando este alcança o nível da apologia ao crime.
Braso disse…
`Logo vão invadir o projak,
HAHA daqui a pouco vão invadir o Projak,,Braso!Boa Boa!!
que invadam q quebrem tudo!!!