Brasil abre mão de área agrícola do tamanho do estado de São Paulo. Números são do MMA.

Entre 25 e 30 milhões de hectares hoje ocupados com algum tipo de produção agrícola devem ser reflorestados para atender às exigências do Novo Código Florestal, segundo estimativas do próprio Ministério do Meio Ambiente.
Plantio de Banana no Vale do Ribeiro, em São Paulo, que virará mato.
Jornalista acha que isso é área degradada.
Com os vetos feitos por Dilma na MP do Código Florestal brasileiro, publicados em decreto no Diário Oficial da União, a nova lei pode levar à perda de 25 a 30 milhões de hectares hoje ocupados com produção agrícola em todo o país. Perderemos uma área agrícola maior que a do Estado de São Paulo.

Os números são parte de uma estimativa inicial feita pelo próprio Ministério do Meio Ambiente e apresentadas em matéria da Exame.com. Como jornalista urbanóide não liga lé com cré nesse tema do Código Florestal, o portal apresentou o número sem perceber que se trata de destruição de área de produção.

Segundo o portal Exame, o MMA vem trabalhando nessa estimativa desde a Medida Provisória editada em maio pelo executivo.

Em função da "escadinha" imposta pelo governo parte dessa perda agrícola se dará em pequenos imóveis de até 4 módulos. O setor rural está achando boa essa mudança. Sabem por que?

Porque a lei anterior, defendida com unhas e dentes pelos ecotalibãs, impunha uma perda de área agrícola muito maior. Eles tumultuaram o debate com gritos sobre o o desmatamento na Amazônia quando na verdade tratávamos da parcela de área produtiva que jogaríamos no lixo. O mundo está a beira de uma crise de preço dos alimentos por falta de oferta enquanto o Brasil discute quantos milhões de hectares de área de produtiva será convertido em mato. Isso em um país que tem 61% do seu território coberto com florestas originais.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o número é apenas uma estimativa inicial. O tamanho real da área de produção que deverá ser perdida para o mato somente será conhecido depois que todos os proprietários rurais do país realizarem o Cadastro Ambienta Rural. O número pode ser ainda maior.

Comentários

A tática dos satanistas verdes é essa:

Fazer um grande barulho acompanhado com dados exagerados e mentirosos, exigir o máximo mesmo que todos achem um exagero, tudo isso para que no final, se obtenha o resultado desejado.

Conseguiram!

O Brasil todo perde e a maioria nem vai perceber quando estiver pagando mais pelos alimentos.
jerson disse…
esses números do mma, não são confiáveis, pelos meus cálculos o
estrago foi grande, bem maior de a área do estado de s.paulo, fóra isto devemos nos lembrar que muitos agricultores irão deixar o campo, pois do jeito que esta não dá para plantar e assumir o custo de preservação. daqui a poucos meses poderemos ver o estrago que esse código fara nos médios produtores ai sim as áreas de plantio abandonadas serão bem maiores, a oferta de produtos agrícolas no mercado nacional caíra e os preços subirão e a inflação em alta. cagou e esfregou a bunda na merda, era melhor deixar como estava, só resta nos agricultores nos unirmos e cobrar desse congresso e dessa câmara uma resposta a estes vetos pois para ter defensores como eles é melhor não termos ninguém , vamos nos unir.


Os preços das carnes no varejo subiram quase 30% neste ano e devem continuar em linha ascendente até dezembro, totalizando 50% de majoração no período.
e1000 disse…
O Governo PeTista nao pretende para por ai. Depois do ataque aos produtores rurais via Codigo Florestal, eles virao com os indices de produtividade. Teremos que manter 5 cab/ha no pasto, produzir 150 sacas de soja/ ha e outros absurdos..

E depois virao ainda com a tal Lei da Biodiversidade, aquela sobre a ervinha q o indio usa pra curar dor de barriga, que o laboratorio estrangeiro faz remedio contra cancer, pois bem.. o Governo PT ja assinou esse Acordo Internacional, e o Congresso so nao aceitou ainda.. So tem um porem.. o Governo vai receber os Royalties pelas ervas q vao pros remedios, mas os produtores rurais que plantarem soja, cana de acucar, criarem gado etc.. esses terao que pagar Royalties pois a origem de tudo e' estrangeira...

Entederam ? O Governo vai RECEBER Royalties e os produtores vao ter que PAGAR Royalties.... a situacao 'e a seguinte..

OU O BRASIL DESTRÓI O PT ,OU O PT DESTRÓI O BRASIL
Luiz Prado disse…
Os ambientalistas se transforam no símbolo do atraso, da mediocridade, das soluções adotadas em países sérios para resolver os mesmos problemas. De passo atrás em passo atrás, logo estaremos importando todo o nosso feijão e arroz da China. Afinal, já importamos até óleo de babaçu!
Braso disse…
Imediatamente vou reduzir meu plantio de milho e mandioca de mesa, preparei 90 hectares e embora seja uma Área modesta, vou reluzida em 20% , ano que vem vou reduzir para 50 % e assim até parar tudo, esse sera meu protesto.
Braso disse…
Que DEUS me perdoe pelos famintos.
Amigos, de repente vocês podem estar sendo tendenciosos pelo que os convém (agricultura, plantio). Alguns vetos, foram, de fato importantes, como a área de 2m para APP. Como todos sabem e podem perceber em noticiários, uma mata fechada fica extremamente susceptível a interferências de borda quando é exposta, fatores que são evidentes pelos efeitos antrópicos como o plantio, agropecuária, etc. Uma área de 2 metros apenas de APP não seria suficiente para o estabelecimento de um estado clímax da floresta, mas sim, em favorecer uma desestruturação acelerada dos recursos ali presentes.
Ora amigos, concordo plenamente que precisamos sim de estabelecer grandes áreas para plantio, temos uma população crescendo a nível exponencial. Porem precisamos também de procurar o equilíbrio nos ambientes, dos recursos ambientais. Não sou radicalista quanto à estas questões mas isso seria uma medida estratégica para a conservação de um dos maiores e importantes recursos que possuímos e necessitamos sempre . A água. Devemos por consequência, adotar as medidas cabíveis para conservar esse bem precioso. Não podemos pensar a curto prazo. Temos de ser inteligentes em outros pontos também sem ser radicalistas.
Ciro Siqueira disse…
Equilíbrio é exatamente o que a lei não tem.
Ao contrário, o texto faz a floresta caminhar de volta sobre as áreas agrícolas com ônus do produtor rural.
80% de reserva legal para a Amazônia, você chama isso de equilíbrio?

Eu chamo isso de burrice!

Fora, outras burrices!

Água? É o que mais temos, encima da amazônia e embaixo dela.

O povo brasileiro é presa fácil e acredita tudo que outros falam, principalmente se vem de fora do País.

Repetem o que ouvem.
Concordo plenamente contigo, Luiz Prado. Um absurdo!

Eu acho até que tem muita gente por aí que já viraram zumbis, as vezes, até duvido que ainda tenham cérebros.

Achamos que os nossos inimigos são de fora, estamos certos, mas os piores de nossos inimigos estão dentro do País.
Luís F Brandão disse…
Então acabou mesmo... quero ver como fica o produtor rural (pequeno, médio e grande) que não tiver condição econômica para inutilizar sua área de produção já longamente conquistada... não acho que isso foi vitória... uma derrota que causará indigestão a todos os brasileiros... muito bem feito PeTistas, por curvarem a nação forças estrangeiras...
Ciro Siqueira disse…
Acabo de ouvir a seguinte pergunta de um respeitado pesquisador da Embrapa:

"De onde sairão as mudas necessárias para reflorestar o tanto que foi determinado pelo novo Código Florestal?"

Respondam ongueiros!!
jerson disse…
de acordo com a ação que o ministério publico move contra mim, tenho que replantar 3.700 mudas do mesmo bioma, em abril, o preço da muda com nota fiscal estava r$0,80, a semana passada fui comprar adubo, e só perguntei por perguntar, estavam vendendo a r$.1.50 agora some ai mão de obra de plantio, adubo, o relatório fotogrfico, maís os cuidados, o custo fica alto.
celso disse…
A realidade é a seguinte :

acabou a propriedade privada no brasil (com b minúsculo)!!!
celso disse…
A realidade é a seguinte :

acabou a propriedade privada no brasil (com b minúsculo)!!!