Mais um exemplo da péssima cobertura jornalística do tema Código Florestal

Caros, vejam o que acabou de publicar em seu blog o jornalista da TV Globo, Gerson Camarotti: Ministro defende acordo para votação do Código Florestal.

No texto Camarotti diz que o ministro Pepe Vargas, do Desenvolvimento Agrário, apontou uma solução para o impasse que impediu a votação do Código Florestal na semana passada. Entretanto, no vídeo o Ministro defende o texto original da MP enviada pelo governo ao Congresso e é exatamente aí onde está o impasse. Na verdade, o Ministro defendeu o impasse, não a solução como afirmou Camarotti no texto.

O problema que Camarotti ignora é que o texto original da MP não existe mais, foi alterado pela Comissão Mista que apreciou a matéria. O impasse se deu exatamente porque o Governo quer fazer o que Pepe Vargas, que é do Governo, defendeu: retornar o texto original, ao passo que o Legislativo não quer retornar o texto original.

Repare que o ponto que pretendo expor aqui não é o impasse, mas o fato de o jornalista da Globo estar mais por fora do que bunda de curumim na cobertura do tema. Ele já disse outras tolices em rede nacional sobre o mesmo assunto (veja).

O movimento ambiental é exímio em se aproveitar dessa desinformação dos jornalistas, principalmente porque a imprensa, meio competente, tende a confiar em quem defende o meio ambiente (os do bem) e a desconfiar do contraponto (os do mal). No fundo essa crise do Código Florestal nos ajudou a conhecer não apenas a falha da legislação ambiental, mas também a falha na cobertura jornalística de temas ambientais.

Comentários

ERNANI FARIAS disse…
Sou assinante e percebo que esse Camarotti é um puxa saco dos petralhas, nitidamente parcial. =/