Você sabe quem é Sergio Abranches?

Sergio Abranches é sociólogo. Figurinha fácil no jet set dos ecopreocupados que almoçam no Fasano. É tido como um grande conhecedor dos assuntos ligados às necessidades de empoderamento holístico sistêmico e polissêmico da sociedade global rumo ao desenvolvimento sustentável através da ecopolítica doispontozero. Tem uma coluna na Radio CBN. Veja a manchete na coluna dele de hoje: DESMATAMENTO DA AMAZÔNIA LEGAL AUMENTA 50%.

É mentira. O desmatamento na Amazônia está caindo desde 2004. Nos últimos 4 anos o desmatamento tem batido recordes históricos de queda. Sergio Abranches é um mentiroso. Veja aqui os dados oficiais.

Na verdade ele não é um mentiroso simplório. É, digamos, um mentiroso sofisticado. Vejam um trecho do comentário no rádio cuja manchete é o factóide do aumento do desmatamento:

Aumentou em 50% o desmatamento na Amazônia Legal segundo a medição por satélite do Imazon (Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia) no mês de julho, em relação ao mesmo período do ano passado. Entretanto, no acúmulo anual houve redução de 36% no mesmo período.

Abranches se refere ao número detectado pelo sistema de monitoramento de uma ONG no mês de julho de 2012 em relação ao mês de junho de 2012. Ou seja, de junho pra julho o desmatamento cresceu 50%, mas no acumulado dos 12 meses anteriores, de 2011 para 2012, o desmatamento caiu 36%. Entenderam a malandragem?

Abranches falseou os números para sustentar uma manchete que não tem nada além de um factoide, um sofisma, uma mentira sofisticada. Sergio Abranches é um mentiroso.

Isso é recorrente. Um certo ambientalista que teve o traseiro chutado da Folha de São Paulo recentemente fez a mesma coisa tempos atrás, você lembra? Caso não lembre, clique aqui: Folha de São Paulo manda repórter reescrever manchete mentirosa . Era um factoide exatamente igual a esse do Abranches.

Você sabe por que essa turma tem tanto interesse em construir factoides sobre desmatamento na Amazônia e outras catástrofes? É porque eles saprofitam problema ambiental. Se não existissem problemas ambientais não existiriam ONGs, haveria pouquíssima disposição da sociedade para transferir recursos (ou dar ouvidos) para gente como Sergio Abranches. Gente como ele vive do problema ambiental, não da solução.

Tem mais uma coisa legal que você precisa saber sobre Sergio Abranches. Abranches é casado com a jornalista Mirian Leitão, lembra dala? Aquela que gosta de falar bobagens sobre meio ambiente na TV Globo.

Comentários

jerson disse…
vamos soltar ele de paraquedas em cima da amazonia para ele enxergar
a preservação e parar de falar abóbrinha na cbn, a radio que só toca mentiras.
Petterson disse…
Parabéns, Ciro, o seu blog está cada vez melhor. Acho muito interessante esse exercício de passar a limpo a rede de relacionamentos do ambientalismo.
Eu conhecia o Sérgio Abranches como palpiteiro das conversas de mudanças climáticas. Mas ainda não tinha me deparado com o seu lado mitomaniaco. Mais um pego no flagra!
Abc
Luiz Prado disse…
Cevado com a farsa ambientaloide que vende bem!
Coelho disse…
Oxalá houvesse aumentado o desmatamento na amazonia, pois assim haveria mais progresso, qualidade de vida, conforto e alimento barato, mas o que esses caras querem é ver o povo na miséria. Falo isso com conhecimento de causa, pois conheço de perto regiões do Amazonas e Pará, onde as pessoas vivem vidas miseráveis em nome de um falso ambientalismo.