Presidente do WWF pede perdão por caçar elefantes, mas ONG não perdoa agricultor brasileiro

O presidente do WWF na Espanha pediu perdão publicamente depois de ter sido flagrado caçando elefantes em Botsuana, na Africa. O rei da Espanha, Juan Carlos, que é presidente de honra da ONG internacional WWF, foi flagrado caçando elefantes na Africa. A diversão do presidente da ONG ambientalista só vei a público porque Juan Carlos se feriu durante a caçada e precisou de atendimento médico. "Sinto muito. Me equivoquei e isso não voltará a ocorrer", disse o Presidente do WWF quando deixou o hospital onde ficou internado por quatro dias.

Apesar de manter Juan Carlos como seu presidente de honra o WWF está financiando hoje no Brasil diversas manifestações contra a reforma do Código Florestal Brasileiro. Enquanto passa a mão na cabeça do seu presidente que caça elefantes por diversão, a ONG internacional não perdoa a pequena agricultura brasileira. Gente como Dona Almerita Francisca, ou Dona Francisca Borges, será duramente afetada se a ONG conseguir impor sua vontade internacional ao povo brasileiro.





E você ainda apoia essa ONG?

Um comentário:

Ana disse...

Sacrificar produtores brasileiros é como alimentar a galinha dos ovos de ouro, enquanto que para a Ong , é mais conveniente aceitar o perdão do rei que criar alarde, atirando na cabeça da cobra. Se há brasileiros que caem no conto fácil de estrangeiros ao ponto de sacrificar seu próprio povo, ou é por inocência e acredita na boa fé, ou ignorante que não busca a verdade dos fatos ou estão todos envolvidos nesta cadeia da prostituição ambiental, pela má fé.