A grande farsa do Greenpeace

Caros, vejam o vídeo abaixo publicado no site do Greenpeace ironicamente no dia 1º de abril:
Repare que o capataz da ONG no Brasil, Paulo Adário, afirma no vídeo que não existem planos de manejo nessa área. "Essa área aqui é 100% ilegal", diz Adário.

É mentira. Uma busca rápida no site da Secretaria de Meio Ambiente do estado do Pará mostra que existem 193 Autorizações para Exploração Florestal (Autef) só no município de Santarém, região onde foi feito o vídeo. Veja foto abaixo:

Consulta feita hoje, 02/04/2012, no site www.sema.pa.gov.br
A madeira pode ainda ter sido extraída legalmente por meio de outro documento emitido pela SEMA-PA, a Autorização de Utilização. Existem várias expedidas para a região onde os ecotalibãs do Greenpeace fizeram esse vídeo.

Repare que todas as toras que aparecem no vídeo têm números pintados na cabeça. É o número de identificação da tora no Plano de Manejo Sustentável de onde elas provavelmente vieram. O número não é sentença de que a madeira é legal, mas o capo do Greenpeace, Paulo Adário, simplesmente não pode afirmar que a madeira é ilegal. Ela pode ter sido extraída legalmente. O que Adário fez foi uma ilação.

Veja o que diz a norma que regulamenta planos de manejo:

INSTRUÇÃO NORMATIVA/SEMA Nº 05/2011, DE 19 DE MAIO DE 2011 (SEMA-PA)

Art. 14º - É obrigatória a adoção de procedimentos que possibilitem o controle da origem da produção por meio do rastreamento da madeira das árvores exploradas, desde a sua localização na floresta até o seu local de desdobramento.
§ 1º - Cada tora deve ser relacionável com a árvore cortada através de uma identificação numérica.
§ 2º - Marcar cada árvore inventariada com uma placa permanente, mostrando o numero da UPA, UT e número da árvore, que corresponde à listagem do inventário 100%.
§ 3º - Após a derruba, marcar através de pintura permanente, cada tora proveniente de um mesmo fuste, de maneira que possibilite identificar de que árvore e segmento do fuste pertence – Ex: UPA __, UT __, nº arv__1/n (onde n é igual a quantidade de segmentos proveniente do fuste).
§ 4º - Após a cubagem no pátio de estocagem de tora na mata, remarcar cada tora com um numero, que possibilite relacionar a tora com a listagem do inventário.

Qualquer pessoa que conheça minimamente como as coisas acontecem na Amazônia sabe que o vídeo do Greenpeace é uma farsa. Mas Adário não fez o vídeo para gente como eu. Adário fez o vídeo para os jornalistas da urbe, e para os gringos que financiam as campanhas milionárias da ONG, para quem toda tora no chão é desmatamento, é crime, é destruição, é ocaso.

Com vídeos como esse, o Greenpeace mantém a população urbana e seus financiadores alarmados e amedrontados. Gente alarmada e amedrontada é muito mais disposta a contribuir financeiramente com o trabalho da ONGs.

Planos de Manejo Florestal Sustentável são vistos pelos próprios ambientalistas como um saída pra dar uso econômico às florestas da Amazônia. Quando Marina Silva foi ministra do meio ambiente ela e seus marina's boys lutaram duramente para aprovar a lei 11.284, conhecida como lei das concessões florestais. A lei baseia-se unicamente nos Planos de Manejo como forma de proteção das florestas amazônicas.

Se as toras vieram de um Plano de Manejo, como parece pelos números, elas são exemplos de uso racional e sustentável da floresta, não o contrário.

Eis aí mais uma farsa nos ecopilantras do Greenpeace.

Em tempo, os caras ainda tiram sarro publicando a lorota no dia 1º de abril, dia da mentira.

15 comentários:

Luiz Prado disse...

Esses moleques vão sendo desmascarados. Pena que acabam prejudicando a imagem de um grande número de ONGs menores, não financiadas com dinheiro estrangeiro.
Eles não têm interesse em meio ambiente nenhum, mas só em sua visibilidade.
Se bobear, são pagos pelo agronegócio de Ohio.

Regina disse...

Esses farsantes estão tão preocupados com meio ambiente que estão com seu navio imenso poluindo as águas do oceano e nem se preocupam com manchas de óleo que podem ter sido vazamento de óleo de alguma embarcação. Navios poluem, matam golfinhos e causam danos. Mas isso não interessa a eles. Não estão recebendo para se preocupar com o mar e sim com as florestas. Hipócritas! Ambientalista verdadeiro teria que abrir mão de carro, avião, motos, confortos proporcionados pela eletricidade e até não fazer filhos para precisar de mais comida. Exigir sacrifícios dos outros e usufruir de tudo que condenam deveria faze-los sentir vergonha. Será que eles sabem o que é isso?

Ciro Siqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Siqueira disse...

Olha o farsante na Falha de São Paulo:

Segundo o diretor do Greenpeace Paulo Adario, "há indícios de que a atividade seja ilegal". "Não encontramos documento que autorize essa extração", diz.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1070865-greenpeace-denuncia-extracao-ilegal-de-madeira-em-assentamento-no-pa.shtml

Será que procuraram? Será que se importaram com os indícios de que a madeira era legal?

mmourao disse...

É disso que esses caras sobrevivem.
Alguém pode me explicar pra que o colete?

Ciro Siqueira disse...

É para manter o clichê do "ambientalista de campo", do "ativista benevolente". Faz parte do show. Ajuda na construção do sofisma.
Em alguns casos, como no do Adário, serve também para esconder a pança de ambientalista gordo, bem alimentado.

Ana disse...

Para os capangas do mato, todo caminhão de tora que vêem declaram ilegal.É fácil fazer uma montagem criminal, sem documentos que comprovem, com total domínio sobre a situação sem participação da defesa.A voz é só deles.Engraçado que naquele momento já tinham até a faixa declarando crime ambiental, para estampar nas revistas e jornais, já que imagem fala mais que palavras,para assim enganar ignorantes que aceitam tudo sem investigar.Ao mesmo tempo que incriminam, fazem propaganda em favor do IBAMA, claro,caminham juntos nessa empreitada.O uso do colete é para ostentar força,poder, arrogância e falsidade e também para esconder o dinheiro que está nos bolsos dele.

AMAZUMBIE disse...

O ignorante... 193 Somam LAR E AUTEF.... AUTEF ALI dentros do SIMLAM Público da exatamente... 98... Aprender a contar ou quer que desenhe?????

AMAZUMBIE disse...

Aprendeu a contar???? 193 SOMAM AUTEF e LAR... LAR não é Autorização... va estudar seu leigo...

AMAZUMBIE disse...

Va estudar.... LAR mais AUTEF somam 193... AUTEF são só 98... quer que desenhe?????

Ciro Siqueira disse...

Eu tive um cachorro que sabia contar e ainda assim era só um cão.
Uma única autef seria suficiente para desmentir o Paulo Adário que afirma que não existe autef naquela região.
1, 93 ou 193, qualquer número diferente de zero sustenta meu argumento.
De que adianta saber contar direitinho e não deixar de ser uma besta?

Maria José do Amor Divino disse...

o brasil não presisa do greenpace, voces já viram quanto custa uma franquia desta marca que está na moda? vamos começar uma campanha no twitter:
#foragreenpace

Maria José do Amor Divino disse...

o brasil não presisa do greenpace, voces já viram quanto custa uma franquia desta marca que está na moda? vamos começar uma campanha no twitter:
#foragreenpace

Gambarê Dunha disse...

Creio no trampo deles. Vcs estão bravinhos e batendo pézinhos .... e eles estão na ativa, agindo!

Ajuricaba disse...

Que eles estão agindo não há dúvida. A pergunta é: contra quem?