Senado Federal acaba de aprovar a reforma do Código Florestal

Com 57 votos favoráveis e apenas 7 contrários o plenário do Senado Federal acaba de aprovar o texto de reforma do Código Florestal. O texto foi aprovado com votos de todos os partidos, do governo e da oposição. Os senadores seguem analisando os destaques. A votação deve ser concluída ainda hoje. Não houve alterações de mérito no texto aprovado na Comissão de Meio Ambiente.

Comentários

Daniela disse…
Quero saber se eles farao emendas?
Eu to preocupada com as areas decididas a permitir desmatamento, cerca dos rios e topos dos montes.
laerte spagnol disse…
Parabéns Ciro, por este teu doar incansável ao longo dos últimos anos alimentando este Blog, hoje é um dia para ser lembrado. Com o resultado das votações e com a realidade exposta da importância do agronegócio para o Brasil e dos interesses espúrios daqueles que o atacam, com certeza Dilma Roussef não vetará uma vírgula do texto. Sabemos que poderia ter sido ainda melhor, principalmente para os pequenos agricultores, mas a importância maior destes atos da democracia do legislativo brasileiro, está em reconhecer o real valor antes esquecido, esmagado e soterrado da AGRICULTURA BRASILEIRA.
Braso disse…
Vamos aguardar para melhor analise caso a caso.
AF disse…
Só uma curiosidade: reserva legal continua a mesma coisa que era antes ou pequenas propriedades realmente estarão isentas?

Se continua mesmo, então, pouquíssima coisa mudou e os ecochatos venceram. Nosso código continua praticamente a mesma coisa que era antes, o que é revoltante.
Velvet Poison disse…
Grande trabalho, Ciro! Parabéns! Ainda não acabou... só o pior, rs. Abraço.
Tiago disse…
AF, acho que as propriedades de até 4 módulos estão isentas de recompor. Ou estou errado, Ciro?
AF disse…
Tiago, Ciro,

Obrigado. Estava assustado já, devido a esse monte de remendas no código florestal.

Mesmo assim é bom ficarmos atentos quanto a essas coisas.
Daniela disse…
Acho bem mal educado este termo Ecochato.
Parece que estao mudando o Codigo Agrårio. Só se fala em ruralistas e produtores. A agricultura brasileira no geral esta indo mal. Pesticida correndo a solta sem controle. Sem noçao.
Ana disse…
E por falar em pesticida... O que seria de nós sem os antibióticos no combate aos microorganismos. Quanta gente já teria passado desta para outra, vencido pelas gonorreias, cancros moles e duros, sífilis, pneumonias, tuberculoses... O maior perigo se esconde nos seres invisíveis, esses vírus que dependem de microscópio para se revelarem. É bíblico dizer que as pragas são o flagelo do mundo, ainda bem que hoje há inseticida para ácaros, bactérias e fungos. Tudo em demasia traz efeitos colaterais, e vale para antibióticos, pesticidas e inseticidas, portanto, a dose certa é o ponto de equilíbrio para garantir a colheita e a nossa saúde.
Prefiro comer uma goiaba inteira que jogar a metade, porque na outra metade havia a metade de um bicho.
um mundo melhor disse…
até o momento ninguem comentou ou deixou claro a situação do setor madereiro,pois tem muitas familias que dependem do setor e ai como fica,sera que irão deixar a mercer das famosas intruções normativas.