Governo, produtores, deputados, todos querem votar o Código Florestal. Só Caiado e as ONGs não querem.

Na reunião de coordenação de governo, na manhã desta segunda-feira, foi discutida a possibilidade de votação do projeto do Código Florestal ainda neste ano, na Câmara dos deputados. Após a reunião a ministra Ideli Salvati (Relações Institucionais) afirmou que a discussão sobre o Código Florestal pode ser concluída ainda neste ano.

"Se houver acordo entre os líderes, é possível votá-lo ainda antes do final do ano. Já que os líderes da Câmara acompanharam as tratativas, as negociações e acordos no Senado, esta possibilidade existe", afirmou Ideli. A ministra disse ainda que, a presidente Dilma Rousseff ficou "bastante satisfeita" com o texto aprovado pelos senadores.

Os deputados estão trabalhando na comparação dos textos da Câmara e do Senado desde a semana passada. A decisão se haverá ou não acordo para a votação da reforma do Código Florestal essa semana sairá amanhã, após audiência da Comissão de Agricultura. A objeção ao texto do senado na Câmara vem da ala radical do ruralismo.

Veja mais em: Radicalismo de Ronaldo Caiado pode botar a perder o esforço de Aldo Rebelo

Comentários

deputado Valdir Colatto:

Estudos da Coop. CRAVIL mostra que um ha de recomposicao de APP, custa R$ 5.061 so no vale do Itajai custara 500 milhoes de reais, e grana?

Codigo Florestal do Senado perdeu o rumo, tirou o PODER concorrente dos estados e nao respeitou area consolidada aprovada na Camara Dep.
Braso disse…
Fico com Caido, as APPS não podem ficar como os ambientalistas querem, se abaixarmos as calcas agora, a bunda sempre ficara de fora e preparada para o tucho que virá.
ERNANI disse…
Não gostei mas o lado bom da coisa ruim é ninguem vai poder dizer que a votação foi atropelada e que não houve tempo para apreciação. O vexame, de assinar novamente a suspensão das multas, só aumenta - se é que eles tem vergonha.
Outro ponto favorável (aos agropecuários) é que o mundo tá se lixando para o meio ambiente e o Brasil lidera o assunto. NÃO HÁ MOTIVO DE PREOCUPAÇÃO COM RIO +20 POIS ELES NÃO TEM MORAL PARA EXIGIR COISA ALGUMA. Plante que o código garante.
Mari disse…
Os produtores teriam que parar de produzir alimento por um ano, ai sim eu queria ver quem que ia morrer de fone se os urbanos ou os rurais, ai quem sabe dariam mais valor a quem produz alimento com tanta dificuldade. Isso tudo é uma vergonha.