Foto mais valiosa do mundo mostra rio europeu sem APP

Caros, o Portal G1 de notícias mostra hoje a foto mais cara do mundo. A foto é uma panorâmica do rio Reno, na Alemanha, e tornou-se a foto mais cara já vendida, ao ser arrematada em leilão, nesta terça-feira (8), por US$ 4,3 milhões. A imagem foi registrada em 1999 pelo fotógrafo alemão Andreas Gursky.

Clique no link e veja a imagem impressionante no Portal G1: Foto mais cara do mundo é vendida por US$ 4,3 milhões, em Nova York

Mentira tem perna curta

Recentemente o Greenpeace divulgou no Brasil um estudo comprado onde mostra que "Código Florestal não é jabuticaba". De acordo com o estudo do Greenpeace outros países do mundo têm Código Florestal assim como Brasil. Um dos países mostrados no estudo é a Alemanha.

Eis aí o Código Florestal alemão.

Comentários

Ciro Siqueira disse…
Em tempo, apesar do Rio Reno não ter APP há séculos, a sociedade alemã vai muito, obrigado; a agricultura alemã subsidiada vai muito bem, obrigado.
De acordo com Viana, outro desafio a ser enfrentado é a necessidade de se estabelecer critérios de preservação das APPs em área urbana.

"O trabalho é enorme nessa reta final, mas a Comissão de Meio Ambiente é de mérito e todo esforço tem que ser feito para darmos segurança jurídica a esse novo Código Florestal, especialmente nós termos a proteção de nossas florestas e para que o Brasil possa se firmar perante o mundo como uma potência ambiental", ressaltou o parlamentar.

http://www.agrosoft.org.br/agropag/219830.htm

LAMENTÁVEL O QUE OUVIMOS DE NOSSOS POLÍTICOS!

NÓS NÃO TEMOS DE PROVAR NADA A NENHUM PAÍS DO MUNDO, POIS NINGUÉM ESTÁ SE ESFORÇANDO PARA NOS PROVAR NADA.

NÃO PODEMOS E NEM DEVERÍAMOS NOS PREOCUPAR EM SERMOS UMA "POTÊNCIA AMBIENTAL" PARA COMPENSAR ERROS QUE ELES COMETERAM.

TEMOS SIM, DE EXPANDIR A NOSSA PRODUÇAO DE ALIMENTOS E NOS PREOCUPARMOS COM OS BRASILEIROS, TEMOS QUE TER CERTEZA QUE NÃO ESTAMOS PAGANDO MUITO PELOS ALIMENTOS.

SENHORES, DEMOS A NOSSA CONFIANÇA EM TROCA DE VOSSAS LIDERANÇAS, PORÉM LHE PEDIMOS, NÃO FAÇAM BURRADAS E NEM DIGAM BOBAGENS!!
Luiz Prado disse…
NENHUM PAÍS EUROPEU, NEM OS ESTADOS UNIDOS OU O CANADÁ TEM APP DE NA-DA: NEM FLUVIAL, NEM DE TOPO DE MORRO, NEM DE ENCOSTA COM DECLIVIDADE X OU Y. TUDO O QUE LÁ É FEITO, É FEITO NO MUNDO REAL, E NÃO EM CONCEITOS GENÉRICOS, ABSTRATOS, IDIOTAS.
Luiz Prado disse…
ALIÁS, OS RIOS E LAGOS DE TODOS ESSES PAÍSES ESTÃO LIMPOS!!!! ISSO, SIM, É GESTÃO AMBIENTAL. ESSA MASTURBAÇÃO SOBRE O CÓDIGO FLORESTAL DAQUI É SÓ FRUTO DA IGNORÂNCIA, DO OPORTUNISMO, DA CAFETINAGEM DO IMAGINÁRIO URBANÓIDE.
Braso disse…
Isso sim que é rio, não é esses do 2 mundo como no Brasil cheio de mato nas beiradas. rsrsr
Ana disse…
Apesar do exemplo que outros países nos dão sobre APPs e Reservas legais que eles não têm e nem por isso o progresso ficou comprometido pela falta das mesmas, aqui no Brasil, nossos políticos insistem na tese de progredir pelas florestas, depreciando a produção de alimentos. Como pode alguém como Jorge Viana querer convencer de que floresta e agricultura podem conviver juntas num mesmo espaço?Este pessoal dos discursos vazios deveria passar por um desafio pela oposição. Entregar um Horto Florestal ao grupo e sob as vistas da oposição esperar o cultivo e colheita das mais variadas espécies sem tocar numa única árvore, apresentar o produto colhido das sombras.
Quanto a Kátia Abreu, seu discurso é consistente, com dados que comprovam, porém, apesar da fala ser convincente porque o setor ambientalista continua avançando? Por que Kátia Abreu realça que o novo código não trata da anistia, como se o termo fosse pecaminoso, quando sabemos que bandidos que não produzem nada e roubam são anistiados? Por que o termo desmatamento é tratado com melindres, se todo agricultor sabe que é impossível produzir sem desmatar? A verdade é que, enquanto o andor passa, este radicalismo ambiental vai vencendo todas as etapas e o código florestal vai se construindo. Um futuro sombrio nos espera, aguardar para ver.