Entenda o plano do Governo para aprovar o Código Florestal ainda este ano

O senador Jorge Viana, relator do projeto do novo Código Florestal na Comissão de Meio Ambiente do Senado, anunciou nesta quinta-feira, 20, que vai apresentar seu relatório em meados de novembro, uma semana depois da esperada aprovação do parecer do senador Luiz Henrique(PBDB-SC), relator da mesma proposta nas Comissões de Agricultura e Ciência e Tecnologia.

O plano é o seguinte:

1. Luiz Henrique apresenta seu relatório nas comissões de Agricultura e Ciência e Tecnologia, ao mesmo tempo, no dia 25 de outubro, terça feira da próxima semana. Haverá solicitação e concessão de vista do texto ao Senadores das duas comissões;

2. A semana seguinte é morta por causa do feriado de finados (sem trocadilho). Não haverá votações como eu já havia previsto aqui no blog.

3. A votação deve acontecer de um só vez nas comissões de agricultura e de ciência e tecnologia no dia 8 ou 9 de novembro;

4. A semana seguinte é morta por causa do feriado de Proclamação da República. O gozado é que no dia da proclamação da responsabilidade pública o Senado não dá quorum. Fazer o quê? A paciência e uma das poucas virtudes do abestado.

5. O Senador Jorge Viana deve apresentar seu relatório na comissão de meio ambiente apenas no dia 23 de novembro. A essa altura 23 já virou meados. Benza a Deus! Novamente deva haver solicitação e concessão de vista ao texto.

6. A votação na comissão de meio ambiente deve acontecer no último dia de novembro.

Se tudo der certo, o governo terá uma única semana antes do dia 11 de dezembro para votar o texto no plenário do Senado e depois no plenário da Câmara. A arapuca tá armada e a quirela tá dentro. Só falta combinar com o sabiá.

Eu acho que não vai dar tempo. Acho que terei que passar todo o ano de 2012 dando bordoadas nos fundamentalistas de meio ambiente. Ô vida dura, essa minha!

Comentários

Tony disse…
Gostaria de agradecer ao blog por prestar o enorme serviço em deixar ainda mais claro às pessoas a importância de barrar as alterações no Código Florestal. É a melhor propaganda.

Rs.
Ajuricaba disse…
Marina-hu akbar!