Código Florestal e função social da propriedade rural

Caros, a ONG ambientalista Imazon lançou na semana passada um estudo sobre a A viabilidade da regularização socioambiental da pecuária no Pará. O trabalho mostra que a produção de alguns imóveis é inviabilizada pela legislação ambiental. Repare que em quase todos os cenários a economia dos imóveis é seriamente afetada pelas exigências da lei. Em alguns deles os imóveis são simplesmente inviabilizados.
Um imóvel rural com taxa de retorno negativa não tem como produzir. A pergunta que fica é: um imóvel perde sua capacidade de produção ao se adequar a lei cumpre sua função social?

Comentários

Eduardosman disse…
Me admira um cara como vc não saber das tecnologias que existem para melhorar a produtividade. Só um burro mesmo para não saber disso. Ou não querer falar disso. Mas isso não vem ao caso né? Conheço pessoas que tem 20 alq e tem uma renda maior do que aquele que tem 60. As pessoas nÃo sabem aproveitar. O brasileiro é a pior raça do mundo. Só sabe criticar, mostrar uma solução ele numca soube. Vamos acordar Brasil. E antes de mais nada. Vão durmir seus troxas que ficam falando merda o dia inteiro. Troxa
Luiz Gonzaga disse…
PARA OS QUE PENSAM QUE A MOEDA SÓ TEM DOIS LADOS: Pq os produtores rurais e ambientalistas não se juntam e fazem o Governo subsidiar as APPs e todas as outras Reservas Legais, ao invés de ficarem brigando entre si?! E se as mudanças no Código Florestal Brasileiro vierem a prejudicar ambas as partes a médio e longo prazo?! Será que todos não precisamos de um meio ambiente equilibrado?!
Eduardosman disse…
Até que enfim apareceu alguém n o Blog que seja senssato. Pergunta para o Ciro, qual foi das propostas feitas pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que Aldo Rebelo Acatou? Nenhuma. Depois ficam dizendo que a SBPC foi convidade e não compareceu. Eles se reuniram com Aldo e ele simplesmente disse que não acataria nada que eles falaram. Isso por que eu ainda não sei qual a formação de Aldo Rebelo. Provavelmente deve ser um Sociólogo igual a Fernando Henrique. Só deve penssar em Fumar Maconha. Daqui a pouco ALdo deve fazer um projeto para Plantio de Maconha. Ou Projeto para Aumento na Produção de Maconha.
Luiz Henrique disse…
Luiz Gonzaga, a proposta do setor produtivo é justamente esta, ou seja, quem tem que pagar pelo ônus da conservação é toda a sociedade, não somente um setor.
Mas existem pessoas que inventam mentiras e calunias, as repetem na esperança de que virem verdades.
Eduardosman disse…
Agora vcs são os coitadinhos. Até outro dia, vcs eram os donos da razão. Repetiram tanto que ainda não conseguiram fazer virar verdade. Pena que isso não vai acontecer.
Luiz Henrique disse…
Caro Eduardo, acho valido o debate de idéias, desde que respeitoso, e nunca ao campo pessoal, acho que ninguém seja o dono da razão, e se esta existe, com certeza só poderá vir da media das opiniões, sem radicalismo.
Sugiro que faça leitura deste endereço, que corrobora com minha opinião:

http://www.artigonal.com/direito-artigos/porque-a-reserva-legal-nao-e-legal-2337780.html

Att, Luiz Henrique
Eduardosman disse…
De lei ele entende bastante. Se der uma reserva legal ele vai fazer o mesmo que os outros. derrubar pq soh ocupa espaço.