Código Florestal: Prorrogado decreto que criminaliza a produção rural brasileira

O O Globo On-Line acaba de informar que a presidente Dilma Rousseff assinou nesta quinta-feira decreto que prorroga por mais seis meses o prazo para que os produtores rurais façam a averbação das reservas legais de suas propriedades. Novo prazo é 11 de dezembro de 2011.

Mais informações a qualquer momento.

2 comentários:

Luiz Henrique disse...

Se O Decreto não fosse prorrogado, 90% dos Agricultores seriam considerados criminosos, o que esta errado: 90 % dos Agricultores ou o atual Código?
Acho que no Senado realmente este Novo Código aprovado pelos Deputados tem de ser modificado, tem de retirar este absurdo de 80% de RL no Bioma Amazônico, tem de retirar este outro absurdo de 100 ou 500 metros de largura de APP, tem que estipular uma largura de APP levando em conta as características do terreno e não da água.
Enquanto estes pontos não forem resolvidos, no vencimento do Decreto, umas parcelas muito grandes dos Agricultores voltarão a ser criminosos, temos é que resolver este problema de vez, ou soltem os bandidos para encarcerar Agricultor, acho que não haverá cadeia para todos.

osenhortodopoderoso disse...

ESTOU CONTIGO, LUIZ HENRIQUE!

REALMENTE A BIZARRICE NÚMERO UM É SEM DÚVIDA, 80% DE RL NO BIOMA AMAZÔNICO.

O PIOR É QUE NEM ALDO REBELO QUIS MEXER COM A AMAZÔNIA, ALIÁS VEJO QUE OS POLÍTICOS SEPARAM ESTA REGIÃO COMO SE ELA NÃO PERTENCESSE AO BRASIL, PORTANTO NÃO FAZEM NADA PARA RESGATÁ-LA.

NÃO QUEREM SE COMPROMETER OU TÊM RECEIO DE ALGUMA COISA.

E OS LÍDERES DA AGROPECUÁRIA?

A FORÇA ESTÁ NESTE SETOR, MAS INFELIZMENTE ESTÃO ESTÁTICOS, COMO ZUMBIS.

E O POVO EM GERAL?

ESTES NÃO TÊM A MÍNIMA IDEIA DO PERIGO QUE CORREM EM DEIXAR ESTA REGIÃO ISOLADA.