Código Florestal e a ação incansável das ONGs

Hoje uma comitiva de ambientalistas de várias ONGs foi até o Ministério do ½ Ambiente pressionar por alterações no Relatório de Aldo Rebelo. Mario Mantovani, da ONG SOS Mata Atlântica, publicou foto do encontro no seu twitter (clique aqui e veja a foto publicada por Mantovani).

Sobre o encontro, o ambientalista André "Sem Voto" Lima, um dos Marina's Boys, disse: "A gente veio fazer uma avaliação do que precisa ser aprimorado na negociação agora no Senado. Qual o caminho que o governo vai adotar efetivamente? É importante juntar os cacos e trabalhar para aprimorar a proposta"

Enquanto isso, sabe o que os produtores rurais estão fazendo? Bem, se você sabe, me conte; também quero saber.

Comentários

Virgínia disse…
Vocês são todos uns ignorantes e não percebem que o novo código florestal vai destruir nossas chances de um planeta mais saudável com mais árvores,em troca de alimento que vai se exportado onde o lucro só vai para mão dos piores ladrões desse país,os urubus de Brasília inclusive,Aldo Rebelo.
Vocês pensam que esse dinheiro vai ser visto por nós,vai ser visto sabe quando: nunca!!
e nosso planeta como fica?
Cada vez mais maltratado,e isso vai afetar muito,muito mesmo todos nós de um modo que nenhum dinheiro,principalmente dinheiro imundo vai pagar esse concerto.
Ciro Siqueira disse…
Virínia,

Perdoe-me a falta de educação, mas a ignorante aqui é você que não percebe que nenhum dos velhos Códigos Florestais nos deu "chances de um planeta mais saudável com mais árvores", nem que a sua barriguinha está cheia por essa razão.
Grato por sua participação.

Sds,
Eu disse…
Caro Ciro Siqueira.

O que você estuda para ter tão fortes embasamentos? Porque eu quero ter uma visão otimista das coisas e realmente pretendo ler os mesmos livros, artigos e revistas que você. Porque os que eu leio, não dizem muito bem isso não. Na verdade dizem o contrario, se quiser continuar a discussão, vamos apelar para um cunho cientifico, onde sou capaz de mostrar dezenas/centenas de artigos cientificos que com certeza faria você mudar de ideia. Ou não, se o que importa pra você é apenas dinheiro. Quanto as mudanças climaticas, alagamentos, tornados, tempestades... é tudo mentira da televisão, papo de ambientalista. Saudaçoes.
VIRGÍNIA,

EU NÃO ME SINTO COMO UM IGNORANTE, POIS SEI EXATAMENTE O QUE ESTÁ POR TRÁS DESTE ESQUEMA VERDE SATÂNICO!

SE TIVER ALGUÉM IGNORANTE AQUI, É VOCÊ.

ACHA MESMO QUE UM NOVO CÓDIGO FLORESTAL IRÁ DESTRUIR(PALAVRA PESADA) UMA PARTE DO PLANETA ONDE FICA O BRASIL SE O RESTO DO MUNDO NEM RESERVA LEGAL, TÃO POUCO APPS ELES TÊM?

POR FAVOR, VAI TOMAR UM BELO BANHO FRIO PARA VER SE DESPERTA!

FIQUE SABENDO, QUE NÓS NÃO DEVERÍAMOS SER COLÔNIA DE NENHUM PAÍS QUE COMANDA ESTAS ONGS PERIGOSAS QUE FICAM ALIMENTANDO O POVO NÉSCIO, DIZENDO A ELES QUE O MUNDO VAI ACABAR SE UM NOVO CÓDIGO FLORESTAL FOR APROVADO NO BRASIL.

LEMBRE-SE, O PLANETA SÓ IRÁ SER PARCIALMENTE DESTRUÍDO PELO PRÓPRIO DEUS QUANDO A HORA CHEGAR, FORA DISSO, ELE CONTINUARÁ TENDO O PODER DE SE RECUPERAR DO JEITINHO QUE DEUS O PROJETOU.
PAÍSES RICOS ESTÃO PARA TER UM INFARTE:

A produção de alimentos no Brasil está em forte crescimento e deve levar o país a se tornar o maior fornecedor do mundo nos próximos anos. "Somos o segundo maior produtor internacional de alimentos. Estamos nos aproximando cada diz mais dessa liderança, que hoje é dos Estados Unidos", disse nesta terça-feira (14) o ministro da Agricultura, Wagner Rossi. Ele deu entrevista à imprensa sobre o estudo "Brasil - Projeções do Agronegócio 2010/11 a 2020/21", divulgado pelo ministério, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

fonte: http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2011/06/rossi-brasil-sera-maior-fornecedor-de-alimentos-do-mundo.html
Luiz Henrique disse…
O lamentável é que esta desinformação demonstrada pela Virginia é fato comum.
O atual Código não protege nada, não adianta uma lei impossível de ser cumprida, esta proposta de Aldo aprovada, embora com alguns avanços, esta no mesmo caminho com relação à Amazônia, o desmatamento irregular continuara.
O que é melhor, 80% de nada ou 20% de tudo?
Alguém acha razoável o Governo emitir títulos agrários e depois proibir que esta terra não seja explorada? As terras do Governo somada as terras indígenas já são 70% da Amazônia, se liberar 80% de cultivo em terras particulares como acontece no resto do país, 76% do Bioma Amazônico estará preservado.
Ai seria o justo, estaremos produzindo e preservando sem cometer injustiça com quem se sacrificou atendendo pedido de Governos anteriores e teríamos direitos e deveres igualitários entre todos brasileiros.
Braso disse…
Caro Ciro, acho que postagem como dessa Virginia é para nos agricultores perder as estribeiras e mandar esse pessoal para aquele lugar, ja fiz isso, mas agora não caio mais no jogo deles, eles querem mesmo qur respondamos o mais mal educado possivel, vamos em frente.
abraços
Ciro Siqueira disse…
Eu, tu, ele, nós, vós e Eles,

Dê uma olhada com atenção no blog que nele há várias referências bibliográficas. Mas, mais importante do que ler talvez seja andar por aí, conhecer produtores rurais, fazer amizade com ele, tomar café na casa dos caras, conhecer as propriedades deles, entender como elas funcionam, a economia deles, os investimentos necessários e por aí vai... é daí que vem a percepção de que o Código Florestal vigente é uma das leis mais idiotas no mundo.
O conhecimento dá apenas uma forma de teorizar isso tudo.