Setor rural cedeu, radicais do ½ ambiente, não. Entrevista de Aldo Rebelo (vídeo)

Caros, vejam essa entrevista do Deputado Aldo Rebelo ao portal Vermelho. Recomendo. Entre outras coisas, Aldo desmistifica a acusação de que seu relatório e "ruralista".

2 comentários:

osenhortodopoderoso disse...

FOME NA EUROPA...ISSO MESMO!

CONTROLARAM TANTO A AGRICULTURA POR LÁ, AGORA ESTÃO COLHENDO AS CONSEQUÊNCIAS.

ELES FORAM PEGOS DE SURPRESA PELAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS, QUE NAO TEM NADA A VER COM A INFLUÊNCIA DO HOMEM NA NATUREZA E, POR OUTRO LADO, ENGANADOS PELA FALSA IDEIA DE QUE PODERIAM CONTINUAR A FORNECER ALIMENTOS SUFICIENTE A POPULAÇAO DAQUELE GRANDE CONTINENTE SEM MUDAR SUAS POLÍTICAS DE USO DE SEMENTES MAIS RESISTENTES A TAIS MUDANÇAS CLIMÁTICAS.

Fome na Europa aproxima-se:(PRODUÇAO AGRÍCOLA INSUFICIENTE)

A políticas agrícolas na Europa têm sido desastrosas. Já não se produz trigo em quantidade suficiente, sendo necessário importar grandes quantidades. Isso sujeita o velho Continente à vontade do fornecedor quem, sob chantagem, pode fazer todas as exigência que desejar em qualquer outro sector.

Notícias de hoje dizem que «de acordo com as associações de consumidores italianas, o preço das massas, produto muito apreciado, aumentou cerca de 750 por cento nos últimos 20 anos.» Para reclamar por esta situação aquelas associações decretarem que ontem seria o Dia Sem Massa, apesar de se tratar de um prato indispensável para os italianos.

Sem autonomia alimentar, a Europa deixa de ser uma União viável, independente. Está nas mãos do seu fornecedor, para todos os efeitos que ele desejar. Não é previsível saber quais as consequências num futuro a médio e longo prazo. E as perspectivas agravam-se com o facto de algumas forças abusarem do preconceito contra a generalidade dos produtos alimentares transgénicos, os quais, com a sua resistência a aos ataques parasitas, garantiriam a quantidade de alimento conveniente. Mas o receio de que todos eles possam ter implicações na saúde humana irá contribuir para que morramos saudáveis, mas ainda jovens e mirrados pela fome.

Braso disse...

Eu sempre militei na esquerda, fiquei até com muito estarrecimento com o governo ditatorial do PT, mas hoje estou orgulhoso do grande deputado e companheiro Aldo Rebelo, nacionalista e dedicado ao nosso pais com a grandeza de um Monteiro Lobato.