Cristiane Torloni: A maior especialista mundial em Código Florestal entra do debate

Demorou, mas aconteceu. A atriz Cristiane Torloni, do alto seus trinta e três anos de carreira, 12 peças de Teatro, 24 participações especiais em episódios de séries e especiais, 21 Novelas, 15 filmes e 2 minisséries, uma delas na Amazônia, resolveu entrar no debate sobre o Código Florestal. Todos sabem que depois de Paulo Barreto e Bono Vox, D. Torloni é a maior especialista no assunto do planeta.

A atriz publicou em seu blog a pergunta: Nós queremos a mudança no Código Florestal? Lógico que eu não fiz tantas minisséries na Amazônia como fez a Cristiane Torloni, nem comi tanto filé sem RL regado a vinho de APP no Fasano, então eu não conheço tanto do assunto quanto ela, mas como eu sou um blogger muito bonzinho, também vou fazer essa pergunta aqui no blog:

Comentários

Ana disse…
Não sei se Cristiane é especialista em código florestal brasileiro, mas deve ser especialista em vinhos importados, considerando que a Fasano é frequentada por artistas, executivos e empresários.Depois de um tempo em Portugal,para superar o trauma de ter atropelado o próprio filho, deve ter conhecido os vinhos de lá, tanto que a Fasano é uma grande distribuidora de vinhos importados,vindos da Itália, França, Espanha e Portugal, com depósito terceirizado na região do ABC e escritório no Itaim Bibi.Amante dos importados, como esperar que defenda um código florestal justo para os brasileiros, se aprendeu a degustar o que vem de fora,principalmente produtos vindos de regiões que desconhecem uma APP?
emanuel disse…
Esse pessoal da Globo deviam ficar calado quando se trata de ambiental pois naõ entendem nada do assunto e ficam fazendo comentarios prejudiciais à causa, como a Miriam Leitão, que detesta produtor rural.
Luiz Prado disse…
ELA, O BONO NÃO SE DAS QUANTAS E SIMILARES TIRAM UMA ONDA COM ESSAS COISAS E AINDA ALIVIAM A CONSCIÊNCIA PESADA DO FARDO DE NÃO FAZEREM NADA DE UTIL PARA A SOCIEDADE. "ATIVISTA" É QUEM TEM UMA ATIVIDADE, E ELES JÁ ACHAM ISSO O MÁXIMO. NO CASO, CONFUNDEM MOVIMENTO COM AÇÃO.
A solução é simples.

Os injustiçados têm que se mobilizar e entrar no site da da Torloni para, educadamente, votar a favor da mudança no Código Florestal.

Vinicius Nardi
daiana disse…
concordo plenamente com esse comentario: A solução é simples.

Os injustiçados têm que se mobilizar e entrar no site da da Torloni para, educadamente, votar a favor da mudança no Código Florestal.

Agora me diz so uma coisa,se vcs criticam tanto a Torloni,pq nao tentam entender do assunto e fazer alguma coisa.A Christiane nao e apenas uma pessoa que fala que e contra o desmatamento e tals,ela tenta fazer a diferença.A começar pelo manifesto amazonia para seempre criado por ela,Vitor Fasano e Juca de Oliveira que arrecadou mais de um milhao de assinaturas e nao ficou por isso mesmo,ela foi ate o presidente Lula e o manifesto foi aprovado.
Agora vcs me respondam entendendo ou nao do assunto ela fez alguma coisa,e vcs,que acham q sabem de tudo e nao fazem coisa nenhuma?
Ciro Siqueira disse…
O problema que se "fazer alguma coisa" quando não se entende do assunto é que em geral essa "alguma coisa" é um grande cagada.
Há momentos em que se deve ser agressivo, como na submissão intolerável do falso ministro da agricultura.

Porém, ser agressivo quando escuta algo que não gosta mas é verdade, acaba dando argumentos para os que acham que os ruralistas são os antigos coronéis latifundiários...
daiana disse…
Ciro!!claro que quando nao se entende do assunto da uma grande cagada mesmo mas sera que amazonia para sempre foi uma cagada?na minha opiniao nao e por essas e outras eu acho que ela ja tenha um entendimento do assunto mas respeito a sua opiniao e a de outras pessoas,afinal,e com debates assim que Brasil vai pra frente ne?! nao devemos ficar sem fazer nada quando o governo faz alguma coisa que vc nao aprova,se ele vai mudar o codigo florestal e vc concorda tudo bem,mas se eu nao concordo nao vou ficar com as maos pro ar nao e verdade,por isso que Christiane esta criando esse debate para saber a opiniao das pessoas se aprova ou nao.
Em nenhum momento em seu blog ela disse se concorda ou nao,apenas criou um debate,assim com eu e vc estamos fazendo expondo as nossas opinioes.
Obviamente o Ciro e o Aldo estão fazendo sua parte, mas onde estão os possuidores rurais injustiçados?

Eu costumo ver as notícias e não ví críticas ao falso ministro da agricultura em nenhum lugar exceto neste blog.

Os falsos ambientalistas vêm impondo o ônus da Preservação há muito tempo, mas antes de 2011, praticamente não houve mobilização dos possuidores rurais.

Agora fizeram uma mobilização, mas não há continuidade. Deveriam estar fazendo manifestações locais por todo o Brasil, pelo menos uma vez por mês em cada cidade.

As associações e Confederações certamente têm poder econômico para fazer campanhas pagas na grande mídia para informar corretamente à Sociedade e lutar por uma Lei Socialmente Justa, Economicamente Viável, Sustentável, com fundamentos técnico-científicos, Eficaz, etc.

Não lutam por mudanças que realmente corrijam os erros da Legislação Ambiental. Ficam apoiando remendos que apenas eliminam algumas das consequências, não as causas, e que podem ser facilmente contestadas. Apenas adiam o problema e mesmo estes remendos já deixam escapar com este "acordo" do governo.

Não consigo entender...
Luiz Henrique disse…
É muito fácil dar opinião em assuntos que não tem domínio e que só vão influenciar na vida de terceiros, por que a Cristiane quando gravou na Amazônia não deu 80% de seu cachê para a causa ambiental, como também em doar 20% quando atua no sul, é isto que ela e muitos outros imbecis estão querendo que continue com os produtores destas regiões. Por que não procuram ante de dar opinião ver também o outro lado, será que acham que um comunista como o Aldo Rebelo, de repente passou ser um defensor do capitalismo, claro que não, ele esta vendo todos os lados, visitou o Brasil de cabo a rabo. A esquerda ambientaloide quando o apoiou para ser relator do Projeto, achavam que ele como muitos outros, apoiariam qualquer causa que fosse contra a iniciativa privada, caíram do cavalo. Esta esquerda é tão imbecil que até agora não percebeu que o que Aldo esta fazendo é defendendo os menos favorecidos, ou seja, protegendo os pequenos produtores e defendendo uma cesta básica barata com o não excesso de onerarão sobre a produção do pequeno, grande ou médio produtor, no fundo ele esta fazendo o que sempre fez, esta defendendo os interesses do trabalhador em que 70% de seus recursos estão comprometidos com a alimentação.