Desmatamento do bem ou cretinice ambiental?

A USP vem promovendo palestras de "conscientização" para criar eufemismos que justifiquem o início de um desmatamento dentro da reserva nativa da Faculdade de Biologia. A universidade planeja erradicar uma palmeira australiana introduzida no local a mais de 20 anos.

O projeto, adiado há anos, vai sair do papel. Está orçado em R$ 300 mil. "Vamos retirar 6 mil palmeiras adultas de uma área de 20 hectares", diz Márcia Regina Mauro, diretora do Serviço Técnico de Gestão Ambiental da Coordenadoria do Câmpus da Capital. "Mas temos de informar as pessoas, que ignoram o assunto e podem pensar que estamos depredando o câmpus."

A prevenção é o melhor remédio contra as espécies exóticas invasoras, dizem especialistas. Mesmo sem ser um deles, Alex Carneiro, morador do condomínio Pedra de Itaúna, no Rio, procurou ajuda ao perceber que o número de saguis havia crescido no local. "Os pássaros estavam diminuindo e os saguis, aumentando", diz Carneiro, que entrou em contato com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

A ecóloga Helena Bergallo atendeu ao chamado. "O Estado do Rio está infestado por duas espécies que não são nativas: o sagui-do-nordeste e o sagui-do-cerrado." Além de competir com uma espécie nativa, eles comem ovos e filhotes de pássaros. "Temos um sagui da região serrana. E estamos perdendo essa espécie geneticamente, pois as invasoras podem cruzar com a nativa e formar híbridos." Helena diz que os invasores chegaram por meio de tráfico de animais. "Tentaremos castrar os machos para ver se conseguimos frear a invasão no condomínio."

Entederam? Os biológos agora querem determinar a quais e como as espécies devem evoluir. Já imaginaram que os biólogos do Pará resolvessem desmatar as Mangueiras de Belém? A mangueira também é uma espécies exótica.

Comentários

Bom eu havia prometido não lhe dirigir a palavra, porem fostes longe demais, temos um preceito Eng., ..."quem não dá conta de ser biólogo, vira eng. agrônomo"..., por favor pare de ficar na internet escrevendo aneiras e faça, você, algo pelo Brasil e pelo códgo florestal.

Ass: MSc. Mário
Biólogo e Eng. Ambiental
Ciro Siqueira disse…
Prezado Fratelli, sugiro que você se esforce para cumprir suas promessas.
Luiz Henrique disse…
Putiz, esta foi pracaba...eu não pensaria em uma melhor resposta...