Você acha que o Código Florestal afeta apenas grandes "ruralistas"? Veja a notícia abaixo:

Os assentados da reforma agrária, SERAFIM RIBEIRO PINTO, residente no lote 10; VANDERLEI BRITO DOS SANTOS, residente no lote 01; MARIA HELENA DA SILVA, residente no lote 07; ANDERSON MACIEL MARQUES, residente no lote 12 e DELFINO VILHALVA, residente no lote 13 do o assentamento Santa Renata, em Tacuru, no Mato Grosso do Sul, todos eles pequenos produtores rurais, foram autuados ontem e multados cada um em R$ 5.000,00 por descumprirem o Código Florestal.

Eles responderão por crime ambiental e, poderão pegar pena de 03 meses a 01 ano de detenção.

Fonte: Portal MS

Comentários

JJ disse…
só para complementar:
eu tenho 2800 hectares de terra. destas terras entre 30 e 40% são àreas que não posso utilizar por causa do código florestal atual.

Mesmo assim sou CONTRA essas mudanças no código.
Ciro Siqueira disse…
Não acho nada bom que pequenos agricultores sejam presos em nome do provimento de serviços ambientais que podem ser providos por áreas públicas.

Na internet todo mundo diz o que quer sobretudo quando se esconde atrás de siglas.

Desde que o Estado garanta o provimento de bens públicos ambientais, penso que as pessoas devem fazer o bem entenderem com suas terras, inclusive um jardim florestal, se assim decidirem.
Luiz Henrique disse…
só para complementar:
Pergunte para qualquer produtor que dependa de sua propriedade que ele saberá a porcentagem EXATA de sua terra que foi confiscada pelo Código Florestal.
Ana disse…
Quem diz que uma porcentagem de suas terras não pode ser utilizada devido ao atual código florestal e mesmo assim aceita-o como bom desprezando uma possível mudança para o bem de todos,revela-se uma pessoa egoísta, que só pensa em si e em suas necessidades. Tem a terra, mas não depende dela para sobreviver, por isso tanto faz se confiscarem.Sem mais,indignei-me.