Vidas Úmidas: Expulsos pela seca e pelo Código Florestal

Neo-retirantes
Em Cândido Mota, interior de São Paulo, o Deputado Federal Aldo Rebelo ouviu o depoimento de um senhor que está atualmente internado na Santa Casa da cidade. O pequeno produtor rural veio para São Paulo fugindo da seca e da aridez do nordeste e se radicou no interior de São Paulo. Em função do enchimento do lago de duas hidroelétricas sua propriedade virou APP. Sua plantação, de repente, virou crime ambiental e ele foi denunciado e multado por isso. "Vim do Nordeste a pé, fugindo da seca, e agora vou ter que voltar para lá com medo da água", diz o pernambucano.

Fonte: www.aldorebelo6565.com.br

Comentários

ELSON disse…
BANANA PRA ELES!!!
"Os produtores de banana do Vale do Ribeira (SP) destinam seu produto a um mercado consumidor de 20 milhões de habitantes na Grande São Paulo, a pouco mais de 100 quilômetros do local de produção, com elevada economia de custos de logística pela proximidade entre a origem e o destino da mercadoria. Localizam como seus principais concorrentes duas empresas norte-americanas que produzem bananas na Costa Rica e no Equador para os mercados da Europa e dos Estados Unidos, mas já chegam ao mercado de Buenos Aires. Eles desconfiam de que as medidas legais que tornaram irregular boa parte de sua atividade integram uma conspiração para abrir o mercado da Grande São Paulo às suas gigantescas concorrentes da América do Norte. É provável que eles estejam enganados quanto à conspiração, mas eles não estão enganados quanto aos efeitos concretos da legislação que os inviabiliza como produtores. Fatalmente eles seriam substituídos por quem mais bem preparado estiver para ocupar-lhes o lugar". (fonte: www.aldorebelo6565.com.br)