Mirian Leitão aperta José Serra sobre o Código Florestal

Caros, vejam a entrevista do candidato à presidência da República José Serra na Globo News. Infelizmente não pude editar o vídeo para deixar apenas a parte onde eles falam sobre o Código Florestal. Eles falam cerca de 3 minutos sobre o tema, entre o minuto 17 e o 20. Então, caso você não queira ver toda a entrevista, espere o vídeo carregar e adiante a entrevista até o minuto 17 arrastando para a direita o ponto azul ao lado do play.
Reparem no retumbante despreparo da Dona Miriam sobre o assunto. Tudo o que ela tem são lugares comuns na cabeça. O Código Florestal vigente permite a redução da RL na Amazônia de 80 para 50% sob determinadas condições. Não é necessário nenhuma alteração na lei para isso.

Aliás, a RL em diversos locais da Amazônia já foi reduzida para 50% por decreto presidencial. No estado do Acre, por exemplo, a redução teve a bênção da ex-ministra do ½ ambiente, Marina Silva (que é do Acre). Em outro locais, como o leste do Pará, a RL foi reduzida, na prática, para 50% por decreto estadual. São poucos os locais da Amazônia onde a RL ainda é 80%.

Em tempo, Serra fala em desmatamento zero, fala de compromisso forte com o ½ ambiente, fala vagamente do problema das áreas consolidadas em estados de produção antiga (como São Paulo), mas não deixa claro como pretende resolver o assunto.

Comentários

v.nardi disse…
Não tenham ilusões.

O Sr. Serra vai ser mais radical do que a atual LA (Legislação Ambiental) e não há a menor dúvida que ele vai ser muito mais radical do que a Sra. Dilma.

O problema não é se vamos Preservar e sim: como vamos Preservar? quem vai pagar?

A ÚNICA CHANCE DE CONSEGUIR ALGO JUSTO COM O SR. SERRA será se ele assumir de forma clara e inequívoca que vai prover o PSA (Pagamento pelos Serviços Ambientais) das RLs e APPs, assumindo também que o PSA será um valor Justo, equivalente ao que o possuidor conseguiria se pudesse usar sua área livremente, coerente com a importância da Preservação e dos Serviços Ambientais.

São muitos milhões de votos de: 1) 5,0 milhões de ruralistas; 2) muitos milhões de urbanos das pequenas e médias cidades que dependem dos ruralistas; 3) muitos milhões de urbanos periféricos que não tem moradia, pois a LA inviabiliza loteamentos populares sustentáveis legais; 4) todos brasileiros pobres e médios que ainda não perceberam, mas irão pagar muito mais caro pelos produtos se esta LA for aplicada.

Estes MILHÕES, mais familiares e amigos, estão sendo injustiçados pela atual LA e serão ainda mais se o Sr. Serra não se comprometer com um PSA Justo.

Não têm visibilidade, nem tempo para mobilizações, por que trabalham muito.

Devem se manifestar nas urnas.

Com o Sr. Serra vai ser desmatamento zero mesmo e a única chance, como falei acima, será que ele seja coerente com o trecho da entrevista em que ele fala que “a floresta é patrimônio e isto vale, não pode ser destruído” e institua um PSA justo.

Nesta entrevista como em todas que o Sr. Serra participou, ele não assume uma posição clara, mas para quem não é cego, basta notar o que deixou escapar em alguns trechos.

Ele deixa claro que, mesmo para as áreas de agricultura consolidada a décadas, ele vai exigir a recomposição da Reserva Legal (RL) pretendendo apenas que seja feita uma “composição noutro lugar” ou seja no final quem vai pagar é o possuidor da área que não preservou a RL.

Ele também fala claramente que é a favor do “desmatamento zero” o que significa que será pior do que agora, pois não se poderá usar nem mesmo as áreas que a legislação atual permite que sejam desmatadas.

Vinícius Nardi, por uma Preservação Justa, Sustentável e Eficiente.
v.nardi@ig.com.br
v.nardi disse…
Noutras entrevistas ele falou em “entendimento”. Nesta, quando a Miriam Leitão perguntou se ele era a favor das mudanças no Código Florestal ele desconversou e falou que agora não, que isto tem que ser visto no próximo governo, que era preciso uma “discussão” mais demorada sobre o assunto.

Você quer saber o que significa “entendimento” ou “discussão” para o Ex-Governador de SP, Sr José Serra?

Veja a resposta nas reações dos “atingidos pelo entendimento” numa das cidades, Atibaia-SP, vitimados pelo “ambientalista” Sr José Serra ao instituir Unidades de Conservação conhecidas como “Contínuo da Cantareira”

O Sr Serra simplesmente “passou em cima de todos os possuidores de áreas a serem preservadas” para ter o apoio dos “ambientalistas”.

O decreto inicial foi assinado em 04.09.2009. As “audiências públicas” só aconteceram no final de tudo em 11, 12, 15 e 16.03.2010 e foram só para dizer que “consultaram”, pois na realidade estava tudo resolvido, OS POSSUIDORES NUNCA FORAM OUVIDOS e a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA) criou em 30.03.2010, quatro novas Unidades de Conservação (UCs) ao norte da serra da Cantareira. Os parques estaduais de Itaberaba e de Itapetinga, o Monumento Natural Estadual da Pedra Grande e a Floresta Estadual de Guarulhos passam a proteger uma área total de 28,6 mil ha – são quase quatro vezes a área do Parque Estadual da Cantareira.

Este decreto final veio em 30.03.2010, alguns dias depois das “audiências”, portanto já estava pronto e ainda veio pior e mais restritivo do que o anunciado, provando que não ligaram a mínima para as sugestões dos possuidores.

Muito bom do ponto de vista ambiental, mas muito ruim para os possuidores das áreas a serem preservadas, pois tem efeitos práticos iguais a um confisco. Na realidade nada de pagamento justo, nem pelas desapropriações, nem pelos PSAs.

Comprove as afirmações acima vendo as Notícias, e os vídeos inseridos com as “audiências públicas”, provando que “passaram em cima dos possuidores”, do Atibaia News nos links abaixo:

Terça, 30 de Março de 2010
14:44 - Meio Ambiente e vídeos no You Tube - Parque Ecológico em Atibaia voltou a ser discutido: Estado deve definir desapropriações no início de abril

Sábado, 17 de Abril de 2010
08:11 - Meio Ambiente - Decreto que congela a Serra da Cantareira é criticado por moradores

Vinícius Nardi, por uma Preservação Justa, Sustentável e Eficiente.
v.nardi@ig.com.br
v.nardi disse…
Comprove as afirmações acima vendo as Notícias, e os vídeos inseridos com as “audiências públicas”, provando que “passaram em cima dos possuidores”, do Atibaia News nos links abaixo:

Terça, 30 de Março de 2010
14:44 - Meio Ambiente e vídeos no You Tube - Parque Ecológico em Atibaia voltou a ser discutido: Estado deve definir desapropriações no início de abril
http://www.atibaianews.com.br/ver_not.php?id=10975&ed=Meio%20Ambiente&cat=Not%C3%ADcias


Sábado, 17 de Abril de 2010
08:11 - Meio Ambiente - Decreto que congela a Serra da Cantareira é criticado por moradores
http://www.atibaianews.com.br/ver_not.php?id=11483&ed=Meio%20Ambiente&cat=Not%C3%ADcias

Vinícius Nardi, por uma Preservação Justa, Sustentável e Eficiente.
v.nardi@ig.com.br