Doutrinação bem sucedida: Imprensa começa a repetir o que ouviu das ONGs

Até agora o site do O Globo e o Estadão divulgaram notas onde repetem os dados fornecidos gentilmente pelo Greenpeace, WWF e SOS Mata Atlântica na reuniãozinha de ontem sobre o Código Florestal (veja no abaixo no blog). Veja no vídeo abaixo a graça que foi a aula das ONGs. Uma jornalista chegou a perguntar, com lápis e papel na mão, o que era que ela deveria dizer nos seus artigos. Jornalismo ½ ambiental é fogo.
Ainda não sei se eu morro de rir ou de chorar.

Comentários

Luiz Prado disse…
Eu não morro de rir e nem de chorar, apenas denuncio-os como meros impostores diariamente e sempre que possivel.

O "negócio muito sério" que havia para ser discutido era o envelope com o cheque?
Hoje saiu mais uma reportagem no Estadão resultante da doutrinação de segunda feira passada.
Veja http://si.knowtec.com/scripts-si/MostraNoticia?&idnoticia=15535&idcontato=8891727&origem=fiqueatento&nomeCliente=CNA&data=2010-05-05
Não dá mais pra contar. Tá pipocando nota em todo lugar. A Doutrinação foi eficaz. O pessoal das ongs é muito competente nessa briga de mídia. Os jornalistas confiam neles e desconfiam dos outros. As ongs os têm nas mãos. Tem nota no OECO, amazonia.org.br, O Globo...
rafael disse…
Caro Ciro Siqueira,

Doutrinação é fazer o produtor acreditar que o IBGE está errado. É lamentável.

Rafael
Oi, Rafael,

Pode ser que você tenha razão, mas o fato de alguém tentar doutrinar os produtores não ameniza, ou muda, o fato de que o que ocorreu na reunião das ONGs foi doutrinação.
As pessoas tendem a aceitar como verdade o que as ONGs dizem porque eles são vistas como "do bem". Mas na verdade elas são um grupo de interesse como outro qualquer.
Um pouco de isenção e crítica é parte do bom jornalismo.