Secretário de Estado de Minas Gerais pede mudanças no Código Florestal

Veja artigo publicado no jornal mineiro Diário do Comércio. O artigo faz referência à opinião do Secretário de Estado de Minas Gerais aos efeitos do Código Florestal no setor agrícola mineiro.

Trecho:

Além dos efeitos negativos provocados pela crise econômica mundial, a agricultura mineira pode enfrentar problemas caso sejam impostas algumas regras do Código Florestal Brasileiro. Um dos principais problemas questionados por Viana se refere à redução de áreas já consolidadas.

"Na década de 60, o governo criou um projeto para estimular a produção agrícola interna para reduzir a dependência frente as importações, o que permitiu que várias áreas, antes proibidas, se tornassem aptas à agricultura, como as regiões próximas às margens dos rios e no cerrado. Agora, quando estamos em plena expansão o governo quer proibir o cultivo nessas áreas, o que é um absurdo", disse Viana.

O secretário propõe mudanças no Código Florestal. "Queremos que as áreas já consolidadas continuem sendo exploradas".

Comentários

Tamar disse…
Um absurdo que o Secretário de Minas Gerais utilize as palavras "Queremos que as áreas já consolidadas continuem sendo exploradas". A atividade agrícola continuará com suas atividades, mas será que vale a pena manter o estilo de exploração em MG comprometendo a degradação dos recursos naturais de todos nós?